quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Mais uma para o livrinho de piadas da Ryanair... (pelo menos parece piada né?)


É fato que o diretor executivo da Ryanair, o senhor Michael O’Leary, é doido por uma boa polêmica.


Após anunciar que a companhia tinha planos de cobrar pelo uso dos toaletes e ainda, preços mais baratos no caso de viagens em que os passageiros ficassem todo o percurso em pé, parece que o irlandês estava esperando uma boa oportunidade para criar uma nova confusão.

A novidade agora é que ele queria permissão às autoridades européias para que a sua empresa voasse sem co-piloto em vôos de curta duração. Ele alega que um dos comissários de bordo poderia tranquilamente a função do co-piloto, que pelo visto, parece ser dispensável para ele.

Claro, mais uma vez, a intenção é cortar mais ainda os custos.

Thank God(!!), a associação de aeroviários já cortou o barato deste bagunceiro e que além do perigo, alega que isso pode espantar os passageiros que tem medo de viajar de avião.

Ufa!

Au Revoir!

Nenhum comentário: