segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Hum???

Caros viajantes,

segue nota divulgada pelo site OGlobo.com :



hum??


“Em mais um esforço para atingir as classes emergentes brasileiras, a TAM anunciou hoje um projeto de atuação no varejo. A companhia vai começar a vender passagens aéreas em estandes na Casas Bahia, onde os clientes terão facilidades nas formas de pagamento.

"Este é o momento oportuno para nos fortalecermos no varejo. Não somos a marca mais lembrada das classes emergentes, mas queremos ser", afirmou o presidente da TAM, Líbano Barroso.

Segundo o executivo, para alcançar esse público, o projeto da empresa vai se focar em três pontos. A informação aos passageiros; a informação aos passageiros estreantes, através de sites e cartilhas didáticas; novos canais de vendas, com destaque no varejo; além de facilidades nas formas de pagamento, como parcelamento em 12 vezes com o cartão. (...)

Inicialmente, a TAM colocará estandes nas filiais da Casas Bahia da Praça Ramos, Vila Nova Cachoeirinha e em São Mateus (SP), onde a TAM prevê um público potencial de 1 milhão de pessoas por dia em circulação. "Mas, pretendemos expandir para outras lojas futuramente." (...)

A companhia aérea já vinha dando mais atenção à classe C nos últimos anos, ao oferecer tarifas mais baixas fora dos horários de pico, e por meio de facilidades de pagamento, como com a aliança que fez com o Itaú e o Banco do Brasil para parcelamento das passagens.

Hoje, foi anunciado ainda um novo projeto destinado aos universitários, chamado de Giro TAM, por meio do qual, com um único bilhete, o estudante vai poder fazer três paradas antes de chegar ao seu destino final.

Sobre a situação atual do sistema de transporte brasileiro, carente de infraestrutura diante do aumento da demanda, o executivo afirmou estar preparado para acompanhas esse crescimento do mercado. "Acreditamos que dá para crescer com a infraestrutura que já temos. Mais pessoas em voos de menor ocupação, por exemplo", afirmou o executivo, enfatizando que acredita nos investimentos do governo. (...)”

Quer pagar quanto?

Au Revoir!

Nenhum comentário: