quinta-feira, 24 de março de 2011

A hora do planeta 2011


"A Hora do Planeta, movimento mundial que há cinco anos chama a atenção para as mudanças climáticas no planeta, pela terceira vez consecutiva vai contar com a participação dos cariocas.

Nesta terça-feira, a prefeitura do Rio e a Rede WWF, que organiza o evento, anunciaram oficialmente que a cidade mais uma vez será a sede brasileira da campanha, que propõe o apagar das luzes das 20h30m às 21h30m, no próximo sábado, dia 26.

Para estimular a população, seis monumentos públicos ficarão às escuras: os Arcos da Lapa, a Praia de Copacabana, o Monumentos aos Pracinhas, a Pedra do Arpoador, a Catedral e a Igreja da Penha.

Um evento aberto ao público, nos Arcos da Lapa, vai marcar simbolicamente a interrupção da energia.

Para animar o público, durante os 60 minutos haverá show acústico das baterias da Mangueira, da Portela, da Grande Rio e da União da Ilha.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e o prefeito Eduardo Paes participarão da cerimônia.

- A Lapa é o local ideal, fica entre dois monumentos que serão apagados, os Arcos e a Catedral, e dá para ver o Cristo. Muitos comerciantes da região já sinalizaram com a possibilidade de funcionar à luz de velas durante a Hora do Planeta - disse o secretário de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, acrescentando, que participar do evento faz bem para a imagem da cidade. - Interessa ao Rio essa marca da Sustentabilidade, o que as pessoas podem fazer pelo meio ambiente. Somos detentores de um patrimônio natural muito grande, temos responsabilidade por ele. A sustentabilidade é um barato do futuro.

Segundo Osório, dois monumentos que terão as luzes apagadas este ano - o Cristo e a Catedral - já estão funcionando com lâmpadas de Led, o que representa uma economia de 25% de energia.

- O Cristo parece muito mais iluminado hoje, muito mais bonito, em relação ao ano passado. Ele está três vezes mais claro, por 1/4 do custo de energia - disse o secretário.


No Brasil, 42 municípios já estão mobilizados, sendo oito capitais. No mundo, 3.800 cidades de 130 países já confirmaram que vão apagar as luzes. Mas a meta campanha é chegar a 4.700 localidades.

- Acreditamos que vamos chegar lá. A meta de 25 mega cidades já foi alcançada com Tóquio, São Paulo, Toronto, Nova York, entre outras. Ano passado, 60 mil pessoas se cadastraram no site do WWF manifestando apoio à campanha. É muito importante ter esse retorno da população - disse Regina Cavini, superintendente da WWF-Brasil e diretora geral da Hora do Planeta.

Este ano, o primeiro minuto da Hora do Planeta será dedicado, em silêncio, às vítimas das recentes catástrofes naturais ocorridas no mundo, como o terremoto seguido por tsunami, no Japão, e as enchentes no Brasil e na Austrália. "

texto: oglobo.com

A Pequena Viajante participou deste evento no ano passado, lembram? Clique aqui para relembrar.

Agora, ela convida você a participar deste evento que trata de um assunto tão importante para nós, tanto como habitantes, como turistas.

Improvise! Inspire-se! Faça um luau, uma festa, uma roda de música acústica, uma roda de discussão sobre o assunto, ou simplesmente use velas para criar um clima descontraído com seus amigos, com seu parceiro... é uma boa desculpa, vai?

Para mais informações, acesse horadoplaneta.org.br

Au Revoir!

Um comentário:

Recife disse...

Vamos ajudar a manter esté lindo planeta que chamamos de terra.