terça-feira, 22 de março de 2011

Favela Tour no Complexo do Alemão

O Brasil inteiro acompanhou as imagens da ação da polícia em tomada para pacificação da Vila Cruzeiro (Penha) e o Complexo do Alemão (Olaria,Ramos,etc) no Rio de Janeiro.


A vida nessas regiões era barra pesada, e logo após a tomada, as coisas começaram a mudar.


A vida nessas regiões era barra pesada, e logo após a tomada, as coisas começaram a mudar.

Ainda com os tanques nas ruas, as pessoas foram até lá, para fotografar e matar a curiosidade sobre o que estava acontecendo.


Agora, toda a área é vigiada pelo exército e logo haverá uma nova instalação das UPPS (Unidade de Polícia Pacificadora). Logo foi inaugurado um cinema 3D e no réveillon do ano passado, houve uma grande queima de fogos, para festejar a nova era para as comunidades.

Mais uma prova de que as coisas mudaram (e o motivo real deste artigo) são as novas opções de lazer e emprego gerados no local.

Seguindo o modelo do que acontece na Rocinha, em 9 de abril, será realizado o primeiro passeio guiado dentro do Complexo do Alemão.

De acordo com a presidente de uma ONG local (Núcleo de Mulheres Brasileiras em Ação) já há 50 turistas pré agendados.

Os passeios serão feitos em uma van com capacidade de até 16 pessoas, e o circuito inclui entre outros pontos, a Serra da Misericórdia e o cinema da favela Nova Brasília.

O passeio deverá custar R$50 e incluirá uma parada para um almoço em uma pensão ou petiscos no bar.

Pela primeira vez, este tipo de passeio pelas comunidades foi organizado pelos próprios moradores. Uma integrante fala em inglês e ajudará na visitação de estrangeiros.

Há uma grande expectativa para este novo negocio, tendo em vista a curiosidade em conhecer o Complexo, depois das imagens transmitidas por todo o país.

Na lista do passeio de inauguração, há um grupo de 10 mineiros!

De acordo com a presidente da ONG, essa idéia surgiu há um ano, quando ela foi contactada pelo facebook, por um grupo de estudantes russos que queriam conhecer o Alemão.

Para quem quiser conhecer o Alemão do alto, a outra boa notícia é que o teleférico do PAC deverá iniciar o seu percurso no fim de março.



São 6 estações, 152 bondinhos (comportam 8 pessoas sentadas e 2 em pé), e a estimativa é de 30mil pessoas por dia. São 3,4 km de extensão e a viagem deverá levar 19 min de uma ponta à outra.



*integração com a estação de trem, em Bonsucesso*

Os moradores têm direito a uma ida e volta gratuita (afinal, o motivo principal do teleférico é facilitar a locomoção dos morados, que deverão economizar quase 1h do seu trajeto).

O teleférico será administrado pela Supervia (mesma empresa dos trens), e funcionará de 5h a meia noite. (não encontrei o preço, mas deverá ser popular, pois é meio de transporte, e vira atração turística quase sem querer né?)

Outro passeio liberado depois da tomada pacificadora é a Igreja da Penha.


Famosa por sua longa escadaria que servem como preço da promessa de muitos fiéis, a Igreja situada bem no meio da confusão, tinha seu publico afastado pelo perigo constante. Na tomada da Vila Cruzeiro, foram transmitidas pela TV imagens onde bandidos fizeram sua base lá do alto, local estratégico para visualizar a entrada da forma armada.

Eu mesma ia conhecer a Igreja com um grupo da faculdade, mas desisti quando, ao chegar aos pés da subida, ouvi tiros pesados e nunca mais tive coragem de voltar.

Agora, a Igreja é novamente do povo.

Parabéns ao poder publico, espero que continue assim. E parabéns às comunidades, que praticamente nasceram novamente e se reinventaram para melhorar. Esta é a idéia. Turismo levando emprego até onde Deus duvida!


Para conhecer a ONG, acesse nucleodemulheres.multiply.com.
Au Revoir!


2 comentários:

Núcleo de Mulheres Brasileiras em Ação disse...

Lindo o seu blog .Parabéns

sou a Presidente do Núcleo de Mulheres Brasileiras em Ação.

nucleodemulheresdoalemao@yahoo.com.br

Recife disse...

Fico muito contente com a evolução da comunidade, efim uma atitude de coragem.