sexta-feira, 9 de julho de 2010

Serra Gaúcha para comemorar o friozinho...


No Vale dos Vinhedos, estão as cidades de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa, entre outras. O dialeto falado por muitos nesta área é o talian, que tem sua origem no Norte da Itália. A produção de uva e vinho, trazida pelos imigrantes, se expandiu por toda a região, tornando-se a base da economia da região italiana do Rio Grande do Sul.


Bento Gonçalves


Entre suas atrações, estão:

- Museu do Imigrante

- passeio de Maria Fumaça – passeio de trem à vapor que percorre 23 quilometros. O passeio dura 1h30, entre os municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa.


- Parque Temático Epopéia Italiana – uma viagem pelo tempo que conta a historia real de um casal de imigrantes italianos. O espetáculo é acompanhado de degustação de vinhos, suco de uva e biscoito típico italiano.


Garibaldi


Entre suas atrações, estão:

- Museu Histórico Municipal


- Ski Park – infra-estrutura de parque que oferece pista artificial de 350m, pista de esqui para iniciantes, teleférico, tobogã de 300m, restaurante panorâmico e chalés de montanha. Em julho, anualmente acontece o Campeonato Brasileiro de Esqui.


- Rota dos Espumantes – para quem achou que a Serra Gaúcha só produz vinhos, enganou-se. Aqui em Garibaldi e em Bento Gonçalves, se encontra a maior produção de champanhe do nosso país. Aqui se produz 80% dos espumantes nacionais.


- Piccola Garibaldi – aqui se encontra uma réplica em maquete do que foi a cidade no inicio do século.

Carlos Barbosa


Aqui se encontram a maior parque de atrativos ligados à religiosidade dos imigrantes, como por exemplo, a Gruta Nossa Senhora de Lourdes da Linha 19, entre outros. Entre suas demais atrações, estão:

- Morro do Diabo – infra-estrutura turística básica para a prática de vôo livre de paraglider. Considerada uma das melhores rampas do estado, o Morro do Diabo abriga competições de porte regional e estadual.


Em cidades como São Francisco de Paula e São José dos Ausentes, são encontradas as fábricas de couro. O habito de tomar chimarrão é comum a todos os moradores.


A partir destas cidades, pode-se visitar o Parque Nacional dos Aparados da Serra, onde há uma de suas maiores atrações naturais: o cânion do Itaimbezinho. Sua extensão chega a 5.800 metros e sua largura máxima alcança os 2000 metros. Suas paredes têm uma altura máxima de 720 metros. São formações rochosas de pelo menos 130 milhões de anos, que parecem ter sido "aparadas" de maneira detalhada.


O cânion do Itaimbezinho é o mais famoso, porém não é o único na região. Dentro do Parque, existem mais de 60 cânions, dentre os quais podem ser citados os Malacara e o Fortaleza. O que mais chama a atenção é o cânion Fortaleza com seus mais de 7 quilômetros de extensão. É uma enorme fenda na terra que parece não ter fim.



Já pegou seu cachecol?

Au Revoir!!

*todas as fotos foram retiradas da internet

Se você tem alguma dica ou comentário sobre o post de hoje ou alguma outra sugestão, não deixe de registrar! 
Escreva um comentário, ou mande um e-mail para A Pequena Viajante!
Não deixe de participar da comunidade "A Pequena Viajante" no orkut!!

Nenhum comentário: